Lançamento

ESTRELAS DE COURO: A ESTÉTICA DO CANGAÇO

Autor: FREDERICO PERNAMBUCANO DE MELLO

O fenômeno do cangaço, que tem sido fonte inesgotável de inspiração para artistas dos mais diversos gêneros — da literatura ao cinema, do teatro às artes plásticas — tanto na vertente erudita quanto na popular, ganha neste livro, agora em quarta edição, um estudo aprofundado de sua estética, exacerbada nos trajes e equipamentos dos cangaceiros. Anéis, medalhas, lenços coloridos, bornais bordados, chapéus de couro enfeitados com estrelas e moedas — tudo se coaduna com o espírito dionisíaco de dança e de festa dos espetáculos populares nordestinos e compõe uma estética peculiar, rica e original, minuciosamente estudada por Frederico Pernambucano de Mello.

  • Dimensões:

    22 x 28cm
  • Assunto:

    Comunicação e Jornalismo
  • ISBN:

    978-85-7858-901-1
  • Nº de páginas:

    304
  • Ano de edição:

    2022
FREDERICO PERNAMBUCANO DE MELLO

O autor: FREDERICO PERNAMBUCANO DE MELLO

Frederico Pernambucano de Melo nasceu no Recife-PE. É pesquisador, considerado um dos maiores conhecedores do fenômeno do cangaço. Formou-se em Direito em 1971, pela UFPE, e foi Procurador Federal até se aposentar, em 2008. Especializou-se em Administração de Assuntos Culturais: Política e Gerência, pela Organização dos Estados Americanos/Universidade de Brasília/Centro Nacional de Referência Cultural, sob a direção do designer Aloísio Magalhães. Na Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, integrou a equipe do sociólogo Gilberto Freyre, de 1972 a 1987, quando começou a estudar a História Social do Nordeste, com foco nos aspectos de conflito, tendo publicado diversos livros, entre os quais :Rota batida: Escritos de lazer e de ofício (Edições Pirata, 1983); Benjamin Abrahão: Entre anjos e cangaceiros (Escrituras Editora, 2012); Na trilha do cangaço: O sertão que Lampião pisou ( Editora Vento Leste, 2016); Guerra em Guararapes & outros estudos (Escrituras Editora, 2017); e Apagando o Lampião: Vida e morte do Rei do Cangaço (Global Editora, 2018). Ganhou diversos prêmios literários e distinções honoríficas civis e militares. É membro dos Institutos Históricos de Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte e Sergipe, do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil, e da Academia de História Militar Terrestre do Brasil. Integrou o Conselho Estadual de Cultura de Pernambuco, de 1988 a 1994. Foi curador da Fundação Bienal de São Paulo/Associação Brasil 500 Anos, no período 1997–2001, com vistas à Mostra do Redescobrimento, São Paulo, 2000, e seus desdobramentos no Rio de Janeiro, no Chile e na Inglaterra. Chefiou em Nova York a equipe brasileira encarregada da montagem da mostra Brazil: Body and Soul, no Museu Guggenheim. É filiado à União Brasileira de Escritores — Seção de Pernambuco desde 1984, tendo presidido a entidade no biênio 1989–1990. Ocupa a cadeira 36 da Academia Pernambucana de Letras, desde 1988.

Outros livros

  • OS SERTÕES: UM LIVRO-REPORTAGEM
  • A AVENTURA DO BAILE PERFUMADO: 20 ANOS DEPOIS
  • TAPACURÁ: VIAGEM AO PLANETA DOS BOATOS
  • CAPIBARIBE - MESMO RIO: OUTRA GENTE
Ver Catálogo Completo