O OBSCURO FICHÁRIO DOS ARTISTAS MUNDANOS

Autor: Clarice Hoffmann e Abel Alencar

Inspirada no projeto de pesquisa O obscuro fichário dos artistas mundanos, realizado entre os anos de 2014 e 2017, este livro reúne dados do Departamento de Ordem e Política Social (Dops), registrados em Pernambuco sobre mais de 400 pessoas de passagem pelo Estado, entre as décadas de 1930 e 1950. A ligação “criminosa” entre elas? Exerciam alguma atividade artística. A obra é baseada em histórias verídicas e ambientadas em uma sociedade autoritária, que persegue artistas e qualquer pessoa que vá contra o governo. O livro narra as artimanhas desses artistas fichados para escapar da vigilância e repressão praticadas pelo estado policial instaurado na ditadura Vargas.

  • Dimensões:

    21x27cm
  • Assunto:

    Cepe HQ
  • ISBN:

    978-85-7858-836-6
  • Nº de páginas:

    115
  • Ano de edição:

    2019
Clarice Hoffmann e Abel Alencar

O autor: Clarice Hoffmann e Abel Alencar

CLARICE HOFFMANN Desde os anos 1990, participa intensamente da cena cultural do Recife, atuando como jornalista e produtora cultural. Seu nome está associado à realização de dezenas de trabalhos, em diferentes linguagens artísticas, que ganharam projeção nacional e internacional. De sua paixão por arquivos e do desejo de contar a história de um segmento da sociedade brasileira marginalizado pelo Estado na Era Vargas, idealizou o projeto de pesquisa O Obscuro Fichário dos Artistas Mundanos e fonte de inspiração para a criação de uma novela gráfica, na qual atua como roteirista. ABEL ALENCAR Co-roteirista do premiado curta-metragem “Resgate Cultural”, da Telephone Colorido, e DJ honorário do Atelier e Galeria Maumau. Mora no Recife com Cinzano e Nissei. O livro tem ilustrações de Greg Vieira, Paulo do Amparo, Mauricio Castro e Clara Moreira.

Outros livros

  • O OBSCURO FICHÁRIO DOS ARTISTAS MUNDANOS
  • POLINIZAÇÃO
Ver Catálogo Completo