PERNAMBUCO EM CHAMAS: A INTERVENÇÃO DOS EUA E O GOLPE DE 1964

Autor: VANDECK SANTIAGO

O motivo da “atenção” era o medo de que o Nordeste, principalmente Pernambuco, se transformasse em uma nova Cuba, onde em 1959 ocorrera uma revolução comunista. O crescimento de movimentos sociais como as Ligas Camponesas e a eleição, para o Governo do Estado, de um líder com perfil esquerdista como Miguel Arraes, só aumentaram o pavor anticomunista e levaram os norte-americanos a desenvolver, a partir da região, uma série de ações que culminariam na ditadura militar. Resultado de uma pesquisa de vários anos e com prefácio de Pablo Porfírio, doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, "Pernambuco em chamas" tem 232 páginas, incluindo ampla iconografia, com imagens emblemáticas daquele turbulento período histórico.

  • Dimensões:

    22x16x2cm
  • Assunto:

    História
  • ISBN:

    978-85-7858-450-4
  • Nº de páginas:

    232
  • Ano de edição:

    2017
VANDECK SANTIAGO

O autor: VANDECK SANTIAGO

Vandeck Santiago é jornalista, com pós-graduação em Jornalismo e História (Unicap). Trabalhou na Veja, Jornal do Brasil e Folha de S. Paulo. Hoje, é repórter especial no Diario de Pernambuco. Já conquistou 15 prêmios jornalísticos, entre eles, um Esso, três Embratel e três Cristina Tavares. É autor dos livros Francisco Julião - Vida, paixão e morte de um agitador (Assembleia Legislativa, 2001); Francisco Julião, as Ligas e o golpe de 1964 (Comunigraf, 2004); e Josué de Castro - o gênio silenciado (instituto Maximiano Campos, 2008), este considerado pela Revista Imprensa (janeiro de 2009) "obra indispensável para a compreensão da história brasileira no século 20".

Outros livros

  • A PRIMEIRA FERROVIA INGLESA NO BRASIL
  • SUBVERSIVOS: 50 ANOS APÓS O GOLPE
  • OLINDA: UMA HISTÓRIA POR TRÁS DAS ESTÓRIAS
  • A FACULDADE SITIADA
Ver Catálogo Completo