Cepe
menu

Premiações

CEPE EDITORA NO PRÊMIO JABUTI

A indicação de livros da Cepe Editora ao Prêmio Jabuti, promovido pela Câmara Brasileira do Livro, considerado um dos mais relevantes do Brasil, vem comprovar a qualidade editorial dos seus produtos, pautada por textos e projetos gráficos construídos com a preocupação de oferecer aos leitores o melhor da literatura, em suas diversas modalidades, e de preservar a memória histórica e cultural pernambucana e brasileira, observando as inovações tecnológicas e ortográficas.

A Cepe Editora vem concorrendo anualmente ao Prêmio Jabuti, tendo obtido várias indicações, além de uma premiação.

2012- Indicados: Anjo de Rua, de Manoel Constantino, categoria Literatura Juvenil; O Observatório no Telhado, do professor de astronomia Oscar Matsuura, categoria Ciências Exatas; e O Fotógrafo Cláudio Dubeaux, de vários organizadores, categoria Fotografia.

2013- Indicado: Antonio Callado: Fotobiografia, organizado por Ana Arruda Callado, na categoria Biografia.

2015- Premiado: À Francesa: A Belle Èpoque do Comer e do Beber no Recife, de Frederico de Oliveira Toscano, terceiro lugar na categoria Gastronomia.

PRÊMIO DA BIBLIOTECA NACIONAL

O livro Poemas, de Daniel dos Santos Lima, lançado em fevereiro de 2011 pela Cepe Editora, conquistou o Prêmio Alphonsus de Guimaraens da Biblioteca Nacional, na categoria poesia.

O autor pernambucano, de 95 anos, concorreu com nomes consagrados, como Ferreira Gullar, Afonso Romano de Sant´Anna, Zeca Baleiro e outros, num total de 67 participantes na categoria.

A entrega do prêmio aconteceu no dia 15 de dezembro de 2011, na sede da BN, no Rio de Janeiro. Daniel Lima foi representado no evento pela amiga e organizadora do livro, a escritora, professora e pesquisadora Luzilá Gonçalves Ferreira.

O prêmio representa um momento especial na trajetória da Cepe Editora, que em 2011 concluiu uma série de realizações, superando todas as suas metas, entre as quais o lançamento do selo Infantojuvenil; o lançamento das edições comemorativas dos 100 anos do poeta Mauro Mota e do historiador Amaro Quintas; e a publicação de livros importantes para a preservação da memória pernambucana, como TAP - Sua cena e sua sombra (1941-1991), de Antônio Cadengue, que conta a história do Teatro de Amadores de Pernambuco, O fotógrafo Cláudio Dubeux, em que a partir do acervo do Instituto Histórico e Geográfico Pernambucano a editora traz a público a atividade de um dos pioneiros da fotografia em Pernambuco, e O observatório no telhado, de Oscar Matsuura, sobre a instalação do primeiro observatório astronômico das Américas, no Recife de Maurício de Nassau.