TEATRO DE LUIZ MARINHO PEÇAS REGIONAIS - VOLUME 2

Autor: LUIZ MARINHO

O segundo volume do Teatro de Luiz Marinho encerra a reprodução das peças regionais do dramaturgo com Viva o cordão encarnado, comédia em dois atos, escrita em 1965; A promessa, comédia em três atos, de 1983; e A estrada, de 1994, peça em três atos: drama, tragédia e comédia. Das três peças, Viva o cordão encarnado é a mais conhecida, tendo sido apresentada em festivais, encenada em vários estados, tendo conquistado diversos prêmios. O folguedo do pastoril profano, com suas jornadas licenciosas e as histórias picantes envolvendo as pastoras, é o pano de fundo da comédia. A promessa, que estreou em 1983, encenada pelo Teatro de Amadores de Pernambuco como uma comédia musical, nunca foi publicada em livro. A trama tem como o condutor a religiosidade da população interiorana, representada no costume de pagar promessas ofertando ex-votos. A estrada tem o questionamento da fé como motivação para o desenvolvimento dos três atos, que se desenrolam na forma de drama, de tragédia e finalmente de comédia, tendo como ligação uma procissão de romeiros em direção a Juazeiro.

  • Dimensões:

    14x21cm
  • Assunto:

    Artes
  • ISBN:

    978-85-7858-741-3
  • Nº de páginas:

    336
  • Ano de edição:

    2019
LUIZ MARINHO

O autor: LUIZ MARINHO

O dramaturgo Luiz Marinho (Timbaúba, 8 de maio de 1926 – Recife, 3 de fevereiro de 2002), procurava mostrar em suas obras o universo social e cultural do Nordeste, retratando em livros e peças de teatro suas vivências da infância e adolescência no interior de Pernambuco. O universo que retratava, com personagens e costumes de violeiros, vaqueiros, cangaceiros e outros tipos, o identificava cava como um autor regionalista, não obstante a sua dramaturgia encerrar também peças protossurrealistas, pseudoexistenciais e obras destinadas ao público infantil. Marinho escreveu 14 peças teatrais, com as quais ganhou vários prêmios, incluindo o Molière, o da Academia Brasileira de Letras, o da Academia Pernambucana de Letras e o Estadual de Teatro (do então Estado da Guanabara). Entre suas peças mais conhecidas estão Um sábado em 30, Viva o cordão encarnado, A derradeira ceia, A incelença, A afilhada de Nossa Senhora da Conceição, A valsa do Diabo, A família Ratoplan, As três graças, entre outras. Um sábado em 30 tornou-se uma peça icônica, alcançando um êxito incomum e sendo vista por milhares de pessoas no Brasil.

Outros livros

  • TAP – SUA CENA & SUA SOMBRA: O TEATRO DE AMADORES DE PERNAMBUCO (1941-1991) - Vol. 1
  • O CORPO E A EXPRESSÃO TEATRAL
  • PEQUENO ELUCIDÁRIO
  • MPB - COMPOSITORES PERNAMBUCANOS. COLETÂNEA BIO-MÚSICO-FONOGRÁFICA: 100 ANOS DE HISTÓRIA
Ver Catálogo Completo