Cepe
menu

COMO POLPA DE INGÁ MADURO: POESIA REUNIDA DE ASCENSO FERREIRA

Autor: ASCENSO FERREIRA

A publicação acontece no 120° aniversário de nascimento do poeta Ascenso Ferreira, reconhecido, na maioria das vezes, por sua figura, seu vozeirão e suas referências populares. Entretanto esta é somente a superfície do homem e do seu trabalho. Ascenso consegue mesclar o erudito com o popular em suas criações modernistas, abusando de referências à região Nordeste para fazer críticas, reflexões e metáforas.A obra foi organizada por Valéria Torres da Costa e Silva, doutora em Línguas Hispânicas e Literatura pela Universidade da Califórnia.

  • Dimensões:

    21x13x1,5cm
  • Assunto:

    Coleção Acervo Pernambuco
  • ISBN:

    978-85-7858-332-3
  • Nº de páginas:

    170
  • Ano de edição:

    2015
ASCENSO FERREIRA

O autor: ASCENSO FERREIRA

Ascenso Carneiro Gonçalves Ferreira (Palmares, 9 de maio de 1895 – Recife, 5 de maio de 1965) foi um poeta conhecido por integrar o movimento modernista de 1922 com uma poesia que destacava a temática regional de sua terra. Usava sempre um grande chapéu de palha, que o caracterizava.

Outros livros

  • MEMÓRIA DO ATELIER COLETIVO - ARTISTAS DE PERNAMBUCO - TRATOS DA ARTE DE PERNAMBUCO
  • MULHERES E ROSAS - VIDA E SONHO - DE MONÓCULO
  • MUSA SERTANEJA - FLORES DO PAJEÚ - MEU LUGAREJO - POEMAS INÉDITOS
  • DOIS RECIFES
Ver Catálogo Completo