Cepe
menu

RUAS SOBRE AS ÁGUAS: AS PONTES DO RECIFE

Autor: JOSÉ LUIZ MOTA MENEZES

Neste livro as pontes recifenses estão em foco pela sua importância histórica. A construção de pontes sempre esteve presente quando era preciso expandir a cidade, conectar lugares ou urbanizar. Recife cresceu com as pontes. Por ser cortada por vários rios, a presença delas foi essencial para o desenvolvimento da original vila. Em Ruas sobre as águas encontram-se histórias sobre esse ícone da capital.

  • Dimensões:

    26x22x0,5cm
  • Assunto:

    Arquitetura e Urbanismo
  • ISBN:

    978-85-7858-209-8
  • Nº de páginas:

    86
  • Ano de edição:

    2015
JOSÉ LUIZ MOTA MENEZES

O autor: JOSÉ LUIZ MOTA MENEZES

Arquiteto, urbanista, professor da UFPE e escritor José Luiz Mota Menezes é um dos maiores conhecedores da evolução urbana do Recife. Nasceu em Pilar (atual Manguaba), em Alagoas e mudou-se para o Recife em 1945, aos 9 anos. Percorria de bonde a distância da Várzea, onde morava, até o centro, onde se concentravam as atividades comerciais e os entretenimentos, como bares e cinemas. Além de estudioso do assunto, tem o conhecimento empírico das transformações do Recife, que nos anos 1940 e 1950 viveu um surto de modernização. Apesar de boêmio, nunca abandonar o hábito da leitura, uma das suas paixões, chegando a ter quase 12 mil livros na biblioteca de sua casa, de arte, arquitetura, história, patrimônio, cartografia, literatura, religião, dicionários e outros gêneros. Seu interesse pela preservação do legado arquitetônico e cultural de Pernambuco o levou a trabalhar no Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (atual Iphan), tendo assinado diversos projetos de restauração, como o da Catedral da Sé, Igreja de Nossa Senhora da Graça, antigo Palácio do Bispo (Sítio Histórico de Olinda), Casa da Cultura, Palácio da Justiça, antiga Estação do Brum, antiga Sinagoga da Rua do Bom Jesus, sede da Associação Comercial de Pernambuco e Palacete dos Amorins, na Avenida Rui Barbosa (Recife). Também projetou o Santuário da Mãe Rainha Três Vezes Admirável (Olinda) e a Igreja Matriz do Largo da Paz (Recife), entre outros. Foi, ainda, consultor técnico e um dos responsáveis pela concessão do título de Patrimônio Cultural da Humanidade a Olinda, pela Unesco, em 1982. Professor da Universidade Federal de Pernambuco e duas vezes presidente do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, José Luiz Mota Menezes defende um modelo de cidade onde as pessoas possam viver com tranquilidade, critica a falta de mobilidade urbana (a construção de espigões em ruas estreitas, a falta de planejamento para o transporte coletivo, entre outras particularidades). Membro da Academia Pernambucana de Letras e responsável pela Comissão Especial de Política Urbana do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco, Menezes é autor de diversos livros que tratam do assunto.

Outros livros

  • NOS CAMINHOS DO FERRO
  • PONTES E IDEIAS: LOUIS-LÉGER VAUTHIER, UM ENGENHEIRO FOURIERISTA NO BRASIL
  • MOBILIDADE URBANA NO RECIFE E SEUS ARREDORES
  • RUAS SOBRE AS ÁGUAS: AS PONTES DO RECIFE
Ver Catálogo Completo